BlogBlogs.Com.Br

.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Matrimônio: Investimento mais antigo do mundo!









    Desde que apareceram as primeiras civilizações na terra, o casamento tornou-se parte da vida delas. Mesmo, as vezes, não sendo com sentido igual ao que temos hoje. Muitos trechos da história foram consumados através de casamentos. Inclusive, essa união já foi muitas vezes usada como moeda de troca. Durante muitos anos o casamento teve caráter de negócio. Hoje, ele pode ser encarado como um investimento à longo prazo ( às vezes, nem tão longo assim...)
    E porque um casamento poderia ser considerado um investimento? Simples. Porque, antes de nos casarmos, avaliamos o conteúdo e a personalidade de uma pessoa que nos interessa. E quando fazemos isso? Durante as primeiras trocas de olhares até o dia em que o namoro evolui para o noivado. Dentre muitos aspectos, são analisados as reações dessa pessoa mediante diferentes acontecimentos, as escolhas que ela faz para a própria vida e as escolhas que ela faz em prol de uma relação. Além disso, a intensidade do amor e do carinho também é questionada.
Quando todos os quesitos são satisfatórios, finalmente, nós encontramos alguém com qualidades para ser nosso esposo. A partir daí, chegamos a mais uma questão: É uma boa hora para se casar? Se a resposta for não, ou cada um segue na sua busca ou passam mais anos na fase de análises. Se a reposta for sim, a relação evolui mais um nível, e estamos entrando em um acordo. Talvez o mais importante de uma vida. Nesse acordo serão investidos a certezas presentes e as incertezas futuras. 
Daí, começam os preparativos para o acontecimento se tornar público. Salgados, bolo, vestido, sorrisos... Enfim!
    E se você pensa que acaba por aí, está bem por fora! À propósito, esse é o erro que muitos casais cometem: Acham que depois de casados, com o investimento já consolidado, não é preciso mais trabalhar com ele. Saibam, minhas queridas leitoras, que é nessa última fase, que o casamento mais precisa ser trabalhado. Depósitos diários de amor e respeito vão deixá-lo com a base mais sólida, e resistente à quedas. Quanto maior forem os depósitos, maiores serão os rendimentos!
    E é óbvio, como todo investimento tem seus altos, tem seus baixos também. A cada retirada, ou seja, a cada má resposta dada, a cada palavra fria e sem carinho, a cada desconfiança e a cada mentira o saldo do seu investimento cái. E com o passar do tempo ele vai se desvalorizando. Se nada for feito para recuperar o que já foi perdido, a desvalorização chega a um nível não suportável. Então se resulta na quebra desse investimento. O pior é que, os depósitos iniciais são extremamente difíceis de serem recuperados.
    Todos aqueles investidores que à anos trabalham com seus casamentos, aconselham que para ter sucesso, é necessário fazer depósitos, mesmo que mínimos, todos os dias. E também, que se deve ter o máximo de cuidado com retiradas no saldo total. 
Um beijo no cabelo, um olhar apaixonado, um eu te amo espontâneo... São ações que farão uma enorme diferença. Experimente!
    Afinal, se nos casamos, é porque queremos tolerar cada defeito e exaltar cada qualidade da pessoa que amamos. É porque queremos amá-la a cada batida do coração e fazê-la feliz como jamais outra pessoa do mundo poderia.
Esqueça a frase seja eterno enquanto dure. Nós podemos fazer ser eterno aquilo que nos faz bem. Mas fazendo de cada instante mais curto do que deveria ser. E como se faz isso? Simples. Amando e sendo amada!!!

INSPIRE-SE!
BjoO*

1 comentários:

BLOG DO PROFEX disse...

Estou curtindo seu blog. E Seguindo. Grande Abraço!

8 de dezembro de 2010 03:02

Postar um comentário

Você mudará seu nome quando se casar?

O que não pode faltar no seu casamento?

Você se considera uma noiva...

Seu casamento sera...

Qual será o modelo do seu vestido?

Você usará um vestido:

Seguidores